prometo que depois me calo,

Tenho saudades de deitar a cabeça no teu peito enquanto me dizias que o mundo até era um lugar mais ou menos, e que o dia era mais bonito só por estarmos juntos, e que um dia viriam os putos e encenavas as conversas que terias com eles. Tenho saudades do beijinho que me davas antes de ir dormir, e de quando me levavas a casa, e de quando estava frio e me punha debaixo da tua capa. Tenho saudades de falar contigo pela noite dentro, e do elevador que me assustava, e das promessas que me fazias. Tenho saudades de quando cantavas para mim, e de ver filmes abraçada a ti e de ter medo de não me quereres. Tenho saudades de chegar ao café e passar a mão pelo teu cabelo, e de quando me seguravas o rosto olhando-me nos olhos, e de quando me pedias em casamento. Tenho saudades de ouvir ‘próxima estação Oliveira do Bairro’, e de quando metias conversa simplesmente para falar do tempo e de aparecer com uma camisola igual à tua. Tenho saudades dos domingos à noite, e das gargalhadas inusitadas, e de quando me dizias coisas bonitas. Tenho saudades de sorrir só porque sim, e de me abraçar a ti com força e de me dizeres ‘Inês?’, ao que eu respondia ‘Sim’, ‘Acho que sou o homem da tua vida. E acho que és a mulher da minha’. Tenho saudades. Sim, tuas.




(há coisas tão mais importantes do que um amor pequenino, vou pensar nelas durante um bocado, até já)

24 comentários:

  1. Adorei, está muito bonito mesmo. Parabéns.

    ResponderEliminar
  2. Que texto significativo.
    Estou a 'passar' / sentir o mesmo que tu.

    As saudades corroem uma pessoa :s

    ResponderEliminar
  3. Gostei... Sigo

    Aproveito para deixar o endereço do meu blog http://viagemsemretorno.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Olá, o teu blog é muito interessante, tem boas ideias e originalidade.
    Espero que não acabes com este blog.
    podes visitar, comentar, seguir e divulgar o meu blog?
    http://365ideiasdiferentes.blogspot.com/
    obrigado, beijos e continua assim.

    ResponderEliminar
  5. É melhor ter saudades do que aconteceu do que não ter nada para recordar...
    Bonito =)

    ResponderEliminar
  6. tens textos lindos, mesmooooo!
    Vou passar a seguir-te :)

    ResponderEliminar
  7. muito bonito *-*
    sigo :D , passa no meu
    beijinho

    ResponderEliminar
  8. Tenho saudades de quando via filmes e faziamos comentários parvos. Tenho saudades de quando sentiamos o mesmo. Tenho saudades de quando nos sentavamos e olhavamos à volta e diziamos "que merda é esta?" e riamo-nos como se não houvesse amanha. Tenho saudades de ir para casa e saber que se não me apetecesse abrir a porta de casa podia continuar até à tua. Tenho saudades de quando recebia mensagens tuas a dizer coisas bonitas. Tenho saudades de falar contigo todos os dias, a toda a hora, de mil maneiras diferentes. Tenho saudades de te dizer o quanto me divirto contigo. Tenho saudades de partilhar as minhas teses contigo.
    Oh, espera. Ainda o tenho. E tu também.

    ResponderEliminar
  9. Gosto muito deste texto. Sabes escrever mesmo bem :$
    Vou seguir*
    http://withintemptations.blogspot.pt/

    ResponderEliminar